sábado, 7 de agosto de 2010

Direto do Twitter

Pra vocês, os #minicontos que tenho escrito:

- Já havia comido tudo q podia, mas ainda tinha vontade. Foi até o banheiro. Pôs o dedo na garganta. Ali estava o último #chocolate #miniconto

- Insonia. Vaga pela casa. Uma vontade q não controla. Abre a porta e a luz acende. Aquela #carne fria caberia no seu pão francês? #miniconto

- Chegou para jantar. Seria o seu 1o encontro. Uma bebida pra relaxar. Prato servido. Mas aquilo não era #carne. Era massa cinzenta #miniconto

- Levava uma vida exaustiva. A casa vivia fechada. O pano vivia à mão. Não podia conviver com #poeira, mas podia com a solidão. #miniconto

- Então, era aquela a mágica da vida? Pendurado pelos pés e ainda sujo de sangue, chorava. Esfregou os olhos. Não, não era #sonho. #miniconto

Vem mais por aí. Cada palavra acompanhada de # indica o tema do miniconto... São sempre 140 caracteres!
Haja inspiração!

3 comentários:

Gerana Damulakis disse...

Muito bom mesmo! Fiquei fascinada pelo último.

Edu O. disse...

Minha querida, fiquei trabalhando no artigo e não entrei mais no email, twitter, nada. Vi teu comentário hj. Desculpe.

Eu adoro esses minicontos lá, aqui, em qualquer lugar. Eu adoro vc. beijos

Chorik disse...

Que miniconteira das boas você me saiu!

Luli, sabia que tinha uma paixão envolvida naquele lance da escola...rs Tapa de amor não dói...rs

Me avisa quando vier! Vou adorar te conhecer.

Bj