quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

A raposa, o cachorro e o macaco



Era uma vez uma raposa que vivia pela floresta. Na tentativa de ludibriar o cachorro do caçador, sempre que ele entrava no mato, a raposa esperta corria em círculos. Sua tática era observada pelo macaco que, do alto, via tudo. Belo dia, o cachorro, já sabendo da malandragem da raposa, resolveu seguir firme em seu encalço. Latia pra cá e pra lá e chegava sempre muito perto da ponta do rabo da raposa. Vendo o seu desespero de fazer sempre o mesmo caminho, gritou o macaco:

- Corta a volta, amiga raposa!

- Não dá tempo! Não dá tempo! - Respondeu aos berros a raposa.


Moral da história: Sei lá qual é a moral, mas Edilson, o mateiro, conta muito melhor que eu e me faz dar risada pelo meio dos matos de saci! Ao menos o tempo passa ligeiro... E eu já chamo Edilson de "amiga raposa". Será por que?


*Foto de Armando Caldas - www.flickr.com

4 comentários:

Jribeiro disse...

Que história louca! Não entendi nada mas, vou aproveitar e jogar no bicho! bjs

Bernardo Guimarães disse...

será porque vc é o macaco. ou o cachorro. ou o saci.

maria guimarães sampaio disse...

Quando você conseguir um filhote de saci me convite para visitá-lo. Adoro saci!

Chorik disse...

Eu ainda me assombro de imaginar você no meio da mata.