quarta-feira, 3 de junho de 2009

Em transe

Piuíiiii... tchuc-tchuc, tchuc-tchuc...
Lá vem o trem!

Piuíiiii... tchuc-tchuc, tchuc-tchuc...
(levanto correndo!)
- Sai que lá vem o trem!

Piuíiiii... tchuc-tchuc, tchuc-tchuc...
(minha mãe vem vindo!)
- Não mãe! Não vem agora que lá vem o trem!

Piuíiiii... tchuc-tchuc, tchuc-tchuc...
(e ela continua a se aproximar...)
- Sai mãe! Sai mãe! Sai mãe!
(ela tenta me abraça de cima do "trilho"!)

Piuíiiii... tchuc-tchuc, tchuc-tchuc...
- Sai! Sai! Sai! O trem! O trem! O trem!
(já empurrando a mãe para o outro lado do "trilho"!)

Tchuc-tchuc, tchuc-tchuc... Piuíiiiiiiiiii...

Xuááááá...

(No colo do meu pai, debaixo do chuveiro, acordo de mais uma alucinação chorando...)




4 comentários:

Lidi disse...

Nossa, que lindo! Cinematográfico! Adorei o post e teu blogue também!

Bernardo Guimarães disse...

...e eu acabei de ler suando em bicas!

Chorik disse...

Caracas amiga! Sufoco total, suando como Bernardo!
Você tinha muito "pesadelo" quando criança, Luli? Parou na adolescência ou continua?
Olha eu xeretando, cheio de curiosidade e indiscrição...rs
Bj

Mãe de Iara disse...

menina que pesadelo.. eu em..