terça-feira, 30 de junho de 2009

Brutal

40 km. É a distância que separa Ituberá da fazenda. Quem tem pena do carro, que não arrisque colocar no caminho: serão muitos solavancos, sacolejos e que tais, além de, pelo menos, 1 hora e meia em dia de sol!
Para quem não tem opção, nem carro alugado pela empresa, a dica é o Brutal. Na verdade é um ônibus que faz a linha Ituberá – Juliana, pelo módico (???) valor de 6 reais. Não seria exagero dizer que você levará, em média 2 horas e meia para chegar ao destino final, se fizer sol. Nos dias de chuva, desista. Arrume um lugar em Ituberá, na casa de Dr. Bernardo, e faça o pernoite, com fé em São Pedro e na estiagem do dia seguinte. Se chover o ônibus não sobe nem pau!
O nome Brutal não é de graça. A viagem já seria brutal por si só, se esta não fosse a única opção de mais de 1000 pessoas que trabalham na fazenda. Dia de segunda-feira então, coitado de quem tiver que ir...
E eu fui! Pra piorar tudo, era segunda pós-pagamento. TODOS na cidade para gastar o pouco que ganharam em compras do mês, acomodados sentados (para os que compraram a passagem antes) ou em pé (para os que deixaram para em cima da hora, como eu!). E quem arriscaria ir de novo em outra data? Aí, é gato-cachorro-periquito-papagaio e ainda carregam o porco e a galinha da janta. Criança chorando e todo tipo de conversa:
“Ê fulana! Tá sabeno que Dona Beltrana botô a fia pa fora de casa?”
“Ê menino! Tem geladinho de quê?”
“... E aí a criatura veio dizeno que era mulé retada e eu botei logo o pau pa fora!”
É daí, ladeira abaixo...
Entre um sacolejo e um solavanco, a viagem segue, num pinga-pinga dos infernos e no blá-blá-blá sem fim que se escuta, entre um choro e outro das adoráveis criancinhas...
E lá se vai uma tarde inteira! Das 14hs às 17hs.
Ou isso... Ou isso! Brutal!

7 comentários:

maria guimarães sampaio disse...

Brutal é não se conseguir asfaltar a estrada.
A chefia deve ir de licótero...

Mãe de Iara disse...

rarararararara !! Bem vinda ao interior carapálida!!!

Bernardo Guimarães disse...

enquanto isso, seu norbeto chega de helicóptero. proponha uma manifestação contra os patrões, greve, passagem do avião do chefe...

Renata Belmonte disse...

hahahahaha
Eis o Brasil...
bjs

Marcus Gusmão disse...

Quando eu morava na Avenida São Rafael, não foram poucos os dias em que eu passei mais ou menos o mesmo tempo no trânsito, somadas as viagens de levar e trazer menino da escola e ir ao trabalho. Sou mais a bruta!

Chorik disse...

Inda bem que você tem seu lado backtranq...rs

Edu O. disse...

Me desculpe, mas vc contou com muita graça e eu ri demais, embora saiba que é uma grande sacanagem e um problema sério que enfrentamos Brasil a dentro.